Chile e Bolívia: o que levar na mala e temperaturas dos passeios no Deserto do Atacama, Salar de Uyuni e Santiago

Se eu pudesse dar só uma dica para quem está montando uma mala para o Atacama, Salar de Uyuni e/ou Santiago seria: não subestime o frio e o quanto o clima é seco.

Roupas

Essa foi uma viagem em que eu errei na mala e vou compartilhar com vocês o que eu deveria ter feito, não o que eu fiz.

Tudo o que vou falar no post é sobre a minha experiência no Chile e na Bolívia, que foi do início ao meio do mês de abril. É importante frisar que fui no começo do outono, portanto as temperaturas caem ainda mais no inverno, sendo agosto o mês mais frio do ano.

Bolivia-Laguna-Blanca-Potosi-Salar-de-Uyuni

Felizmente não cheguei a passar muito frio, porque vesti t-u-d-o que levei e foi suficiente, mas durante a viagem conheci muitos brasileiros que não levaram nada para o frio intenso e quase congelaram sentiram muito frio (alguns cancelaram passeios e desistiram do Uyuni porque notaram que não aguentariam o frio!).

Roupas para o frio

Segunda pele (blusa e calça), fleece, jaqueta corta vento, casaco pesado de frio, luva, cachecol… Basicamente tudo o que eu levei na mala quando fui para a Europa em janeiro (meu checklist completo está aqui), mas não levei agora porque subestimei o frio.

Como já sabia do frio que fazia nos Geysers El Tatio, levei uma blusa segunda pele, fleece, cachecol de lã, jaqueta corta vento e um casaco pesaco, mas não levei calça segunda pele (felizmente levei uma legging, que acabei usando por baixo em quase todos os dias de frio), nem mais de uma peça de cada, porque pensei que só enfrentaria muito frio nesse dia. Do meu checklist de mala de inverno, eu só não levaria a calça impermeável, já que acho que a calça segunda pele e a térmica seriam suficientes, mas de resto manteria tudo igual.

Para quem vai ao Uyuni no período em que ele está espelhado (meses de janeiro a março/abril), eu recomendo que leve botas impermeáveis se a agência com a qual for fazer o tour não oferecer.

Salar-de-Uyuni-espelhado-reflexo-Bolivia-Potosi

Eu não levei minha bota impermeável e me arrependi, já que passei o dia com os pés molhados depois de conhecer o salar, onde fazia muito frio. Isso, claro, porque eu quis descer do carro e ter a experiência de andar no salar espelhado. Para quem não se importa de ficar no carro, as botas impermeáveis são dispensáveis.

Roupas para o calor

Além das roupas de frio, é importante levar roupas de banho (levei dois biquínis e um body), já que em muitos passeios (Laguna Cejar, Lagunas Escondidas, Geysers El Tatio e Termas de Puritama, no Atacama, e Termas de Polques, na Bolívia) nós podemos entrar na água. Eu entrei em todos e adorei!

Não é extremamente necessário (especialmente porque o sol lá queima demais, e é fácil ficar marcado se estiver exposto e não passar muito protetor solar), mas eu aconselho levar roupas mais frescas para o calor que faz em San Pedro de Atacama durante o dia. Não é preciso levar muitas opções, mas pelo menos um short e algumas camisetas para os passeios que saem à tarde.

Artigos de higiene

O clima é extremamente seco tanto no Atacama quanto na Bolívia. Além disso, o sol, mesmo quando faz frio, queima demais, por isso é importante ir preparado.

Meus essenciais para lidar com o sol e o clima desértico foram: soro fisiológico (usei muito no nariz, que sangrou bastante, principalmente na Bolívia), colírio, óculos escuros, protetor solar facial (usei fator 60 e não usaria menos do que 50), protetor solar corporal (para os passeios em que faz calor e não estamos cheios de roupas! Em todos os outros, hidratante/óleo corporal) e protetor solar labial (acho importante não ser só hidratante, mas ter fator de proteção também!).

É importante também nunca esquecer de beber muita água. Eu bebia de 3 a 4 litros por dia e isso ajuda muito, tanto pelo clima quanto pela altitude.

Temperaturas dos passeios

Em razão da altitude elevada na Bolívia, no tour ao Salar de Uyuni fez frio o dia todo, todos os dias. De manhã e à noite era sempre mais frio, mas mesmo durante o dia, com sol, eu raramente tirava o casaco fora do carro, então é importante ir preparado. No primeiro dia à noite a temperatura chegou a -5 ºC, e no dia em que vimos o nascer do sol no Salar de Uyuni fazia cerca de -2 ºC.

Em Santiago também fez frio o dia todo. Eu achei que usaria vestidos e camisetas em Santiago, já que a previsão do tempo marcava em torno de 25 ºC todos os dias à tarde, mas senti muito frio por lá, mesmo no centro da cidade. Especialmente em Cajón del Maipo, Valparaíso e Viña Del Mar é bom ir bem agasalhado, já que venta muito.

As temperaturas variam muito no Atacama, já que San Pedro de Atacama fica a 2.400 metros de altitude, mas em muitos passeios podemos chegar a mais de 4.000 metros. Quanto mais alto, mais frio, por isso há passeios em que, mesmo com sol, é frio o dia todo, enquanto em outros faz muito calor à tarde, por isso resolvi especificar em quais passeios faz mais frio ou calor.

Lagunas-Escondidas-de-Baltinache-Atacama-Chile

Passeios em que faz frio

Nesses passeios fez frio mesmo. Fui bem agasalhada e não senti calor durante o dia (vale a dica de se vestir em camadas, claro, mas não cheguei a tirar nenhuma!). São eles: Lagunas Altiplânicas, Geysers El Tatio, Salar de Tara, Termas de Puritama e Tour Astronômico.

Nos Geysers e nas Termas de Puritama as águas são quentes, mas faz muito frio do lado de fora, por isso é preciso levar roupas de banho e de frio.

Passeios em que faz calor

Nesses passeios, calor significa que a altitude do lugar não é elevada e vai ter sol (e ele vai te fazer torrar). Os passeios são: Laguna Cejar, Valle del Arcoiris, Lagunas Escondidas e Valle de la Luna.

Não por coincidência, as saídas de todos eles aconteceram à tarde, quando já tinha sol. Se a saída do passeio acontecer de manhã cedo é bom sempre ir bem agasalhado.

Nesses passeios o calor foi suficiente para ficar só de regata/camiseta, mas é sempre importante levar um casaco (e uma calça, se for de short), já que, com exceção do Valle del Arcoiris, em todos eles a volta acontece depois do pôr do sol.

E pra quem quiser ver e saber mais dessa viagem, todos os stories estão salvos nos destaques no meu Instagram!

Quem já foi para o Chile e/ou Bolívia nessa época do ano? Passou tanto frio quanto eu?


Um comentário sobre “Chile e Bolívia: o que levar na mala e temperaturas dos passeios no Deserto do Atacama, Salar de Uyuni e Santiago

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s